Vídeos da escola

Acesse aqui os vídeos da Cia La Luna!

Divirta-se curtindo um pouco de nossa história!

Novos Cursos

Escolha o seu curso, diversos horários disponíveis

Aulas em grupo, aulas particulares individual ou casal - Vamos?

Promoção Indique um Amigo

Traga o seu amigo pra Cia La Luna, você ganha muito mais que uma carona pra casa!

Saiba mais

Imprimir

Ballet Clássico

O Ballet Clássico tem sua origem em meio a côrte de palácios, executados pela nobreza europeia, em grandes festas de exposição de habilidades para ascensão social. A dança era uma dessas ações. Então, se um nobre soubesse dançar, certamente

teria seus privilégios com o Rei.

No século seguinte surge um coreógrafo revolucionário que transformou a Dança de Côrte em uma das técnicas mais primorosas e complexas de todos os tempos, o Ballet Clássico. O responsável por esta grandiosa transformação se chama Jean-Georges Noverre. Em pleno século XVII, este incrível artista questiona os padrões de dança dessa época e propõe elementos até então inexistentes e que até hoje fundamentam e sustentam o Ballet Clássico tal qual conhecemos.

Noverre incorpora a Dança a expressão gestual, a capacidade de criação de ilusão (pelo gestual), veicula a dança a significados emotivos e nega a dança mecânica que simplesmente reproduz passos e não tem nada a dizer, pois para Noverre para ser belo é preciso ser novo, e beleza e plasticidade são a base estética do Ballet Clássico.

Sabe-se que qualquer linguagem artística exige uma estética, e o Ballet Clássico é bem específico nessa escolha. Trata-se de uma estética voltada para a beleza plástica do movimento em conjunto com uma expressividade emotiva, ou seja, não é uma beleza gratuita de passos e formas, há sim um contexto, um conteúdo uma história a ser desenvolvida e lida. O Ballet Clássico tornou-se esse conjunto de ações que se complementam: a qualidade técnica, a expressividade do movimento e do corpo, a história (temas) a ser desenvolvida e a estrutura da cena (luz, figurino, cenário, música).

Ao trazer o Ballet para a contemporaneidade todas as condições acima citadas se ampliam. Além desta excelente técnica continuar enchendo os olhos de beleza para quem a frui, proporciona uma escolha profissional para o bailarino que quiser fazer carreira (e há espaço dentro e fora do Brasil),  pode ser uma técnica de formação artística primorosa e também ser praticado livremente por pessoas que simplesmente admiram sua beleza e técnica.

Além de tudo isso, os benefícios promovidos pelo Ballet Clássico nos mostra e comprova o porque esta técnica continua poderosa e sólida mesmo séculos depois de sua origem. Ela nos proporciona alinhamento postural, agilidade corporal, consciência do movimento, qualidade rítmica, noção de estética e arte além de elegância e disciplina.